Home Busca Avançada Normas de Publicação Assinaturas Fale Conosco
Contact Us
 
 

 

CopyRight
Moreira Jr Editora
Proibida a reprodução sem autorização expressa


 
sêlo de qualidade
Like page on Facebook



Artigo Original
Avaliação endometrial e padrão de sangramento em mulheres na pré-menopausa utilizando a associação de 1 mg de 17b-estradiol e 90ug de norgestimato$ em esquema seqüencial
Maristela Carbol Patta
Maria Célia Mendes
Marta Edna Holanda Diógenes Yazlle
Docente do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia.
Daniela Michelazzo
Médica assistente do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia.
Omero Benedicto Poli Neto
Docente do Departamento de Cirurgia e Anatomia.
Laura Ferreira Santana
Pós-graduanda do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia.
Departamento de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP).

Endereço para correspondência: Profa. Dra. Maristela Carbol Patta. Departamento de Ginecologia e Obstetrícia. Av. Bandeirantes, 3900 - Bairro Monte Alegre - CEP 14049-900. Ribeirão Preto - SP - Brasil - Fone: 55 (16) 602-2586 - Fax: 55 (16) 633-0946 - E-mail: maristela.patta@gmail.com
# Prefest (17b-estradiol+norgestinato) - Laboratório Janssen Cilag Farmacêutica

Unitermos: 17b-estradiol, norgestimato, padrão de sangramento, espessura endometrial, ultra-sonografia, pré-menopausa, terapia hormonal seqüencial, Prefest®.
Unterms: 17b-estradiol, norgestimate, bleeding pattern, endometrial thickness, ultrasonography, pre-menopause, sequential hormone therapy, Prefest®.

Para ler o artigo em PDF copie e cole o endereço abaixo no seu navegador:

http://www.cibersaude.com.br/include/aval_endom.pdf


Numeração de páginas na revista impressa: 50 à 54

RESUMO


Objetivo: Avaliar a espessura endometrial e o padrão de sangramento de mulheres na pré-menopausa utilizando a associação 17b-estradiol e norgestimato, em esquema seqüencial. Pacientes e métodos: Foram avaliados, retrospectivamente, os prontuários médicos de 24 mulheres na pré-menopausa que utilizavam terapia hormonal (TH) convencional cíclica (0,625 mg de estrogênio eqüino conjugado contínuo e 5 mg de acetato de medroxiprogesterona nos últimos 12 dias do ciclo) e uma paciente sem uso prévio de TH, que passaram a utilizar um novo esquema terapêutico. O novo esquema constou, a cada ciclo, na ingestão de 1 mg de 17b-estradiol isolado nos primeiros 15 dias e de 1mg de 17b-estradiol associado a 90 mg de norgestimato nos 15 dias subseqüentes, totalizando 30 dias consecutivos e assim sucessivamente, sem intervalo entre as cartelas do medicamento por um ano. Ultra-sonografias para avaliação endometrial foram realizadas antes do início da nova TH e repetidas nos 3º, 6º, 9º e 12º meses de uso da medicação. Resultados: Durante o uso da TH seqüencial avaliada neste estudo, das 23 pacientes avaliáveis, 17 (74%) mantiveram regularidade do padrão de sangramento, 5 (22%) apresentaram padrão de sangramento irregular e uma (4%) se manteve em amenorréia. A média de espessura do endométrio durante o uso da associação norgestimato e 17b-estradiol foi 4,9 mm. Não houve diferença estatística significativa dessa medida nos exames ultra-sonográficos seriados. Conclusão: A associação de 1 mg de 17b-estradiol e 90 mg de norgestimato, em esquema seqüencial, pode ser uma opção de TH segura e com adequada tolerabilidade para mulheres na pré-menopausa. Estudos adicionais, controlados, com maior número de pacientes e análise de outros parâmetros são necessários para que este uso seja conhecido em sua plenitude quanto ao seu adequado balanço de risco-benefício e lugar no arsenal terapêutico.