Home Busca Avançada Normas de Publicação Assinaturas Fale Conosco
Contact Us
 
 

 

CopyRight
Moreira Jr Editora
Proibida a reprodução sem autorização expressa


 
sêlo de qualidade
Like page on Facebook



Revisão
Pesquisa correlaciona vasectomia com demência
Hudson de Lima
Urologista

Numeração de página na revista impressa: 55

Recente estudo realizado por pesquisadores da Northwestern University de Illinois, Chicago, e publicado na Cognitive and Behavioral Neurology Journal, de dezembro passado, encontrou uma possível correlação entre vasectomia e risco aumentado para desenvolvimento de um quadro especial de demência conhecido como afasia progressiva primária (APP), no qual a pessoa apresenta dificuldade progressiva de nomear e compreender palavras. A APP difere da doença de Alzheimer, pois nesta a memória também esta afetada.

Aproximadamente 40% dos pacientes com APP tinham sido submetidos à vasectomia contrastando com somente 16% do grupo-controle. Outro achado foi que os indivíduos com vasectomia e APP iniciaram o quadro neurodegenerativo cerca de quatro anos antes dos indivíduos não vasectomizados.

O principal ponto crítico da pesquisa foi a casuística reduzida de pacientes estudados (47 indivíduos com APP e 57 indivíduos sem quaisquer alterações cognitivas). A pesquisadora-chefe do estudo, Sandra Weintraub, aventa que os possíveis mecanismos envolvidos para o risco aumentado seriam que após a vasectomia ocorreria quebra da barreira hemato-testicular, havendo a produção de auto-anticorpos antiesperma, os quais dividem alguns epítopes com áreas do SNC. Outra possível causa seria através de mutações nas proteínas Tau (proteínas que compõem o citoesqueleto dos microtúbulos que são abundantes no SNC e acontecem no esperma).

A pesquisadora tentará conduzir um estudo nacional norte-americano para verificar se os resultados obtidos nesta primeira pesquisa acontecem novamente.




Bibliografia
1. Weintraub S, Fahey C, Johnson N, Mesulam MM, Gitelman DR, Weitner BB, Rademaker A. Vasectomy in men with primary progressive aphasia. Cogn Behav Neurol. 2006 Dec; 19 (4):190-193.