Home Busca Avançada Normas de Publicação Assinaturas Fale Conosco
Contact Us
 
 

 

CopyRight
Moreira Jr Editora
Proibida a reprodução sem autorização expressa


 
sêlo de qualidade
Like page on Facebook



Você leu que...
Você leu que...

Ü A simples enucleação de tumores renais entre 4 e 7 cm produz sobrevida câncer específica igual à nefrectomia radical. J Urol 2006; 175: 2022-2026

Ü Carcinoma vesical oriundo do úraco, quando bem diferenciado e sem comprometer órgãos adjacentes ou o peritônio, apresenta sobrevida câncer específica para a cistectomia parcial de 61,3% e 49,2% após cinco e dez anos, respectivamente. J Urol 2006; 175: 2042-2047

Ü Carcinoma urotelial e de células escamosas vesicais apresentam o mesmo prognóstico. A sobrevida câncer específica para cinco anos foi de 68% e 57%, respectivamente. J Urol 2006; 175: 2048-2053

Ü A radioterapia externa para tratamento do câncer da próstata aumenta o risco de câncer de bexiga. Geralmente o tumor vesical é de alto grau e invasivo e surge entre três e cinco anos após a radioterapia. J Urol 2006; 175: 2063-2066

Ü Pacientes submetidos a prostatectomia radical com margem positiva e PSA indetectável apresentam menor risco de recorrência bioquímica quando são submetidos à radioterapia adjuvante. Após dez anos 90% estão livres de recorrência bioquímica. J Urol 2006; 175: 2097-2102

Ü Após a radioterapia externa, para tratamento do câncer da próstata, o prognóstico será melhor se o PSA atingir um nadir menor que 0,5 ng% após 24 ou mais meses. Int J Radiat Oncol Biol Phys 2005; september 27

Ü Pacientes com recorrência bioquímica após prostatectomia radical ou radioterapia, para tratamento do câncer da próstata, quando submetidos ao bloqueio androgênico apresentam melhor prognóstico se o PSA cair abaixo de 0,2 ng% após oito meses de tratamento. J Clin Oncol 2005; 23: 6556-6560

Ü Na doença de La Peyronie a curvatura dorsal é a mais freqüente (72%), em 12% ela melhora espontaneamente, em 40% fica estável e piora em 48%. Na evolução da doença há um encurtamento médio de 0,8 cm do comprimento peniano. J Urol 2006; 175: 2115-2118