Home Busca Avançada Normas de Publicação Assinaturas Fale Conosco
Contact Us
 
 

 

CopyRight
Moreira Jr Editora
Proibida a reprodução sem autorização expressa


 
sêlo de qualidade
Like page on Facebook



Artigo de Revisão
Democratizando a informática
Cláudio Barsanti
Mestre em Pediatria pelo Departamento de Infectologia Pediátrica - Escola Paulista de Medicina - Unifesp

No mundo das informações eletrônicas, uma área do conhecimento vem sendo beneficiada pelas novas tecnologias e pela velocidade de sua difusão. Sem dúvida, no espectro da World Wide Web, a rede mundial de computadores, dentre os assuntos que despertam maior atenção e maior número de consultas, encontram-se aqueles relacionados à saúde. Esse interesse não é exclusivo de profissionais ou pesquisadores da área, mas, também, atinge em número expressivo o público em geral. Pesquisas recentes mostram que, em todo o mundo, os sites especializados em informações sobre saúde estão entre os mais visitados na Internet.

Tal sucesso é fácil de entender. Com apenas um micro (ou agora um celular), um modem e uma linha telefônica, podemos dispor de uma infinidade de serviços e conhecimentos. É possível ter acesso às práticas dos melhores hospitais, aos médicos mais qualificados, aos principais centros de pesquisa e publicações especializadas de todo o mundo. Se para o simples usuário isso representa uma importante ferramenta de informação e manutenção da saúde, para o profissional o contato com essa ferramenta passa a ser fundamental.

As vantagens e benefícios proporcionados pela Internet aos profissionais da área médica atingem uma dimensão que não pode ser comparada à de nenhum outro meio de comunicação. Nos portais especializados, ganham
papel de destaque, os serviços relacionados à divulgação e intercâmbio de informações. A interatividade é o grande trunfo de boa parte dos sites da rede, permitindo que a informação circule sem barreiras de espaço e tempo. Salas de discussão, fóruns, tira-dúvidas on line, entre outros recursos, estão democratizando o acesso ao conhecimento.

Outra grande qualidade da rede é que ela permite a difusão de mensagens adequadas, em forma e conteúdo, a cada tipo de público, praticamente sem custos. Assim, é possível manter uma programação para atender às diferentes necessidades dos interessados. Para o público leigo, por exemplo, um bate-papo on line com um profissional especializado pode funcionar como uma segura orientação sobre determinado problema. Ao mesmo tempo, o médico vai estar tomando contato com dúvidas e assuntos que irão ampliar seu universo de atendimento.

Do mesmo modo, é fácil imaginar os benefícios oferecidos por fóruns e chats reunindo especialistas renomados, com acesso via Internet, que permitem, mesmo ao médico
mais distante, o contato imediato com as novidades de sua área de atuação, sem a necessidade do deslocamento físico e, praticamente, sem nenhum custo. As oportunidades de formação e atualização profissional tornam-se infinitas e, o mais importante, pro-porcionam igualdade de condições no acesso à informação aos profissionais de todo o país, tanto àqueles que se encon-trem nos grandes centros, como para os que estejam nos pontos mais distantes do Brasil, ou mesmo no exterior. Estes pro-fissionais transformarão a sala de seus consultórios, ou de suas casas, em um auditório de discussão, recebendo as informações mais atualizadas, ao mesmo tempo, independente de sua localização.

Por isso, a rede mundial de computadores abriga um número sempre crescente de centros de referência, organizações governamentais e universidades preocupadas em franquear suas informações. Das páginas do Incor de São Paulo às da Harvard Medical School, passando pelos sites do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde, entre muitos outros, a divulgação do conhecimento nunca foi tão ampla.

Por outro lado, é importante que tal volume de dados seja bem administrado, de modo a permitir seu melhor aproveitamento. Assim, as oportunidades oferecidas através da Internet, como a realização de fóruns, debates, congressos e chats, configuram um excelente meio de contato com o conhecimento.

Atenta a todas essas tendências, a DataMédica, em conjunto com a revista Jovem Médico, está programando uma série de fóruns e salas de discussões, através de seu portal na Internet (www.datamedica.
com.br). O objetivo é colocar à disposição do maior número de profissionais da área médica informação de qualidade, novidades científicas e fontes de atualização. Para tanto, está em contato com as mais im-portantes instituições e renomados profissionais para a elaboração de uma agenda permanente de eventos desse tipo. Inicial-mente, eles serão dirigidos exclusivamente à classe médica, proporcionando um canal imediato de comunicação e debates entre os diversos grupos de pesquisadores e profissionais. Sugestões de temas poderão ser enviadas, pelos interessados, aos endereços eletrônicos da Revista Jovem Médico (jovemmedico@uol.com.br) ou da DataMédica (datamedica@datamedica.com.br). A programação de eventos poderá ser obtida no portal DataMédica e nas edições da Revista Jovem Médico.